Bom dia São Luiz Gonzaga!

São Luiz Gonzaga - RS | FredLee Na Estrada

Após o café da manhã nos despedimos dos amigos motociclistas e deixamos São Luiz Gonzaga.

São Luiz Gonzaga - RS | FredLee Na Estrada

Seguimos pela rodovia BR-285 sentido oeste.

Rodovia BR-285 | FredLee Na Estrada

Rodovia BR-285 | FredLee Na Estrada

Rodovia BR-285 | FredLee Na Estrada

Rodovia BR-285 | FredLee Na Estrada

Aproximadamente 1 hora e meia após deixar São Luiz Gonzaga chegamos em São Borja, onde completamos o tanque da Formosa e partimos rumo à Argentina.

São Borja - RS | FredLee Na Estrada

São Borja - RS | FredLee Na Estrada

São Borja - RS | FredLee Na Estrada

Assim que chegamos na Ponte da Integração sobre as águas do Rio Uruguai a chuva deu o ar da graça e seguimos com ela até a aduana, onde ela deu uma trégua.

Aduana entre São Borja - RS e Santo Tomé - Corrientes - Argentina | FredLee Na Estrada

Aduana entre São Borja - RS e Santo Tomé - Corrientes - Argentina | FredLee Na Estrada

O processo de entrada na Argentina, como nas outras vezes, foi bem tranquilo e rápido. Apresentamos o documento da moto no nome do condutor (caso o veículo esteja financiado é necessário um documento assinado pela financeira), carta verde, carteira nacional de habilitação e cédula de identidade (ou passaporte).

Assim que cruzamos a aduana a chuva voltou a cair, então seguimos com a máquina fotográfica devidamente abrigada.

Poucos metros após a aduana tem um pedágio e neste, ao contrário da grande maioria das praças de pedágio da Argentina, motos pagam uma salgada tarifa no valor de R$ 12,00.

O mais interessante é que o pedágio fica na Ruta Nacional 121, pela qual adentramos na Argentina e após míseros 7km ela termina em um entroncamento com a Ruta Nacional 14.

A tarifa é cobrada nos dois sentidos, então caso você esteja planejando retornar da Argentina ao Brasil por este trajeto, não esqueça de guardar alguns pesos no bolso (ou reais, sim, eles aceitam reais) para este pedágio sapeca.

Após pagar o pedágio contornamos a cidade de Santo Tomé e acessamos a Ruta Nacional 14 sentido norte, trajeto já conhecido pela Formosa e FredLee.

Passamos por Gobernador Virasoro e logo nos despedimos da Ruta 14, quando a chuva cessou e seguimos viagem pela Ruta Nacional 120.

Aqui as tão conhecidas retas argentinas começam a dar as boas-vindas e, pela estrada em bom estado de conservação e baixo movimento de veículos, rodamos até o trevo com a Ruta Nacional 12, onde dobramos a esquerda e então a Expedição começou de fato, pois passamos a rodar por lugares até então desconhecidos para nós.

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Com as águas do majestoso Rio Paraná (divisa natural entre a Argentina e o Paraguai neste ponto) ao nosso lado direito e o Parque Nacional Iberá no lado esquerdo seguimos até Ituzaingó – Corrientes, onde paramos no Posto YPF para a primeira abastecida da Expedição 2019 na Argentina.

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Na região muito conhecida pelos pescadores brasileiros seguimos pela RN 12 sentido oeste, passamos pela pequena Villa Olivari, Ita Ibaté e San Cosme.

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Em Corrientes nos despedimos da Ruta Nacional 12 e cruzamos a movimentada capital provincial.

Ruta Nacional 12 | Argentina | FredLee Na Estrada

Corrientes - Corrientes - Argentina | FredLee Na Estrada

Corrientes - Corrientes - Argentina | FredLee Na Estrada

Ao se aproximar da ponte sobre o Rio Paraná passamos a rodar pela via lateral, pois é proibido o trânsito de motocicletas pela principal via de acesso à ponte, inclusive, tem um posto da Policía Caminera bem na cabeceira da ponte.

Corrientes - Corrientes - Argentina | FredLee Na Estrada

Corrientes - Corrientes - Argentina | FredLee Na Estrada

Corrientes - Corrientes - Argentina | FredLee Na Estrada

Corrientes - Corrientes - Argentina | FredLee Na Estrada

Corrientes - Corrientes - Argentina | FredLee Na Estrada

Corrientes - Corrientes - Argentina | FredLee Na Estrada

Pela avenida 3 de Abril passamos ao lado do posto da Policía Caminera e seguimos até a Costanera General San Martín, onde fizemos o retorno e pela Costanera mesmo acessamos a ponte sobre o Rio Paraná, deixando a província de Corrientes para trás e entrando pela primeira vez na província de Chaco.

Corrientes - Corrientes - Argentina | FredLee Na Estrada

Puente Interprovincial General Manuel Belgrano | Argentina | FredLee Na Estrada

Puente Interprovincial General Manuel Belgrano | Argentina | FredLee Na Estrada

Puente Interprovincial General Manuel Belgrano | Argentina | FredLee Na Estrada

Puente Interprovincial General Manuel Belgrano | Argentina | FredLee Na Estrada

Resistencia - Chaco - Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Alguns quilômetros após acessar o Chaco avistamos outro Peaje, mas desta vez com a passagem liberada para motocicletas.

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Contornamos a cidade de Resistência (capital da província de Chaco) e seguimos viagem pela Ruta Nacional 16.

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Durante o trajeto de hoje passamos por diversos focos de incêndio nas áreas próximas à rodovia.

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Já era fim do dia quando chegamos na cidade de Presidencia Roque Sáenz Peña, onde abastecemos a moto e buscamos um hotel para pernoitar.

Ruta Nacional 16 | Argentina | FredLee Na Estrada

Presidencia Roque Sáenz Peña, ou simplesmente Sáenz Peña, é a segunda cidade mais importante da província de Chaco, é um pólo de cultivo de algodão, conta com aproximadamente 100.000 habitantes e é famosa por suas águas termais, que são consideradas umas das melhores da Argentina.

Presidencia Roque Sáenz Peña - Chaco - Argentina | FredLee Na Estrada

Presidencia Roque Sáenz Peña - Chaco - Argentina | FredLee Na Estrada

Mural del Centenario inaugurado no ano de 2012 em homenagem ao centenário de Sáenz Peña:

Mural del Centenario | Presidencia Roque Sáenz Peña - Chaco - Argentina | FredLee Na Estrada

Após estacionar a Formosa na cochera do hotel e tomar um banho relaxante partimos caminhar pelo centrinho da cidade.

Catedral San Roque, que fica em frente à praça central da cidade, a Plaza San Martín:

Catedral San Roque | Presidencia Roque Sáenz Peña - Chaco - Argentina | FredLee Na Estrada

Sob a luz do luar procuramos um local para jantar.

Lua em Presidencia Roque Sáenz Peña - Chaco - Argentina | FredLee Na Estrada

E encerramos o dia com um saboroso, e tradicional, chorizo argentino.

Jantar em Presidencia Roque Sáenz Peña - Chaco - Argentina | FredLee Na Estrada

Trajeto percorrido no dia:

Trajeto de São Luiz Gonzaga - RS a Presidencia Roque Sáenz Peña - Chaco - Argentina | FredLee Na Estrada