O domingo amanheceu nublado e com neblina em Realeza – PR. Como a previsão era de chuva, colocamos as capas e deixamos a máquina fotográfica no alforge.

Nos despedimos dos amigos e deixamos Realeza às 9h00. Antes de chegarmos em Francisco Beltrão a chuva nos alcançou, no início foram alguns pingos isolados, que aos poucos se transformaram em uma forte chuva, então encostamos em um posto alguns quilômetros antes de Beltrão, onde aproveitamos para tomar um café e esticar as pernas.

Francisco Beltrão - PR

Seguimos pela rodovia BR-280 sob chuva. Em Pato Branco paramos novamente para limpar as viseiras, caminhar e nos hidratar.

No trajeto entre Clevelândia e Palmas caiu um verdadeiro temporal, rodamos alguns instantes e nos abrigamos em uma casinha de madeira à beira da estrada. Aguardamos a chuva dar uma acalmada e rodamos até Palmas – PR, onde paramos para abastecer.

Palmas - PR

Após a rápida parada seguimos até o entroncamento com a rodovia BR-153. Este trajeto está em péssimo estado de conservação, com muitos buracos fundos e ondulações na pista.

Quando chegamos no trevo do horizonte, pegamos à esquerda e, pela recém reformada BR-153, viajamos com chuva até General Carneiro, onde ela decidiu dar uma brecha. Dali até União da Vitória – PR foi tudo tranquilo, apenas com a pista molhada e o vento secando nossas capas e capacetes.

No final do dia chegamos ao nosso destino do dia, União da Vitória – PR.

Trajeto percorrido:

Rota: Realeza - PR a União da Vitória - PR