Hoje o destino era o Salto do Yucumã, o segundo ponto alto de nossa expedição.

Logo às 8h00 ligamos na prefeitura de Derrubadas – RS e solicitamos informações a respeito do Salto do Yucumã. Nos informaram que as águas estavam cheias e que o salto estava submerso. De início ficamos desolados com a informação, mas rodamos mais de 2.000 quilômetros até aqui, então deixamos a notícia de lado e fomos conhecer a maior queda d’água longitudinal do mundo, independente de sua condição.

Rota: Palmitinho - RS à Derrubadas - RS

Partimos de Palmitinho – RS durante a manhã e seguimos rumo à Tenente Portela – RS pela rodovia BR-472.

Tenente Portela - RS

Praça Tenente Portela:

Praça Tenente Portela - Tenente Portela - RS

Índio de Sucata, patrimônio Histórico-Cultural do município.

Índio de Sucata - Tenente Portela - RS

Prefeitura municipal de Tenente Portela:

Prefeitura municipal de Tenente Portela - RS

Após conhecer o centro da cidade acessamos a RS-163 em direção à Derrubadas – RS:

RS-163 - Tenente Portela - RS

Pórtico de Derrubadas:

Derrubadas - RS

Derrubadas possui aproximadamente 3.000 habitantes, faz divisa com o estado de Santa Catarina e tem fronteira fluvial com a Argentina.

Igreja Nossa Senhora de Fátima:

Igreja Nossa Senhora de Fátima - Derrubadas - RS

Praça Dorival Rigodanzo:

Praça Dorival Rigodanzo - Derrubadas - RS

Estacionamos a moto em frente à secretaria de turismo da cidade, e fomos até a RKV Turismo, que atua em uma sala anexa. Ali o Júnior nos atendeu e nos encaminhou até o veículo 4×4 da empresa, com o qual seguimos até o Parque Estadual do Turvo.

A região é repleta de áreas de plantio:

Derrubadas - RS

Chegando ao parque:

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Parque Estadual do Turvo

Local: Derrubadas – RS
Telefone: (55) 3616-3006
E-mail: parque-turvo@sema.rs.gov.br
Site: www.parquedoturvo.wordpress.com
Funcionamento: Quarta a domingo das 8h00 às 16h30
Ingresso: R$ 6,80 bicicletas | R$ 9,60 motos | R$ 15,80 veículos de passeio | R$ 52,80 utilitários leves | R$ 105,25 micro ônibus | R$ 210,25 ônibus
Tempo médio de visitação: 4 horas

Desembarcamos no Centro de Visitantes Biólogo Carlos Porto da Silva.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Ali assistimos um breve vídeo sobre o parque e o Salto do Yucumã e pudemos conhecer alguns dos animais que habitam esta região:

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

O Parque Estadual do Turvo é a maior reserva florestal do Rio Grande do Sul, ocupa uma área de 17,5 mil hectares, e conta com mais de 700 espécies de plantas, quase 30 espécies de mamíferos de médio e grande porte e cerca de 300 tipos de aves.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Vale ressaltar que a área de preservação no lado argentino é de aproximadamente 250 mil hectares, e segue dali até as Cataratas do Iguaçu.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Da entrada do parque, percorre-se cerca de 15km de estrada de chão, até chegar ao Salto do Yucumã.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Olha que bacana o veículo que nos transportou:

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Yucumã em tupi-guarani significa “o grande roncador”, e assim que desembarcamos entendemos o motivo. O som da gigantesca queda d’água é forte e imponente, isto que estamos em época de cheias!

No local onde se encerra a estrada de chão possuem banheiros, churrasqueiras, mesas e banquinhos, tudo bem preservado:

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Não existem lanchonetes ou restaurantes no local, por isto, é importante levar água e comida, além do protetor solar.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Deste ponto inicia-se uma trilha que deve ser percorrida à pé, e nos leva até o rio Uruguai.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Conforme nos aproximávamos a emoção tomava conta e a sensação ao ver pela primeira vez o Salto do Yucumã, é algo indescritível.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

O Salto do Yucumã é a maior queda d’água longitudinal do planeta, com 1.800 metros de extensão.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Mesmo com a cheia, provocada pela represa acima, a queda estava visível com aproximadamente 2 metros de altura. Em períodos de seca (e antes da construção da represa) a queda atinge até 20 metros.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

A cortina de água que o Salto do Yucumã forma, ocorre porque toda a água do rio Uruguai cai em uma fenda de aproximadamente 30 metros de largura e quase 120 metros de profundidade.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Além de apreciar a paisagem, nos permitimos pisar nestas pedras e molhar os pés em um dos locais mais lindos do mundo, a fim de nos beneficiarmos com a energia local:

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

O lugar é realmente fantástico, com uma energia ímpar, mesmo com o rio Uruguai estando um pouco cheio.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Em determinadas épocas, com as comportas da hidrelétrica totalmente abertas, o salto fica completamente submerso e boa parte do Parque do Turvo também, então podemos dizer que tivemos muita sorte por ver as quedas.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

O Salto do Yucumã fica na verdade no lado argentino, e lá, ele é chamado de Saltos Moconá, porém, o melhor ponto para apreciar a queda é do lado brasileiro, por ser mais baixo, o que possibilita uma vista total.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Do lado argentino existem barcos que levam os visitantes bem próximo das quedas, além de travessias em veículos com tração 4×4, atividades de sobrevivência em plena selva, turismo de estadia com cavalgadas, caminhadas, passeios em jipe, canoagem e serviços artesanais e caseiros. É, devemos tirar o chapéu para os hermanos.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Mais algumas fotos deste lugar incrível!

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Além da joaninha, muitas borboletas estavam no local.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

É muito bonito também apreciar as pedras no local, que parecem esculturas e são formadas com a força das águas:

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Realmente não existem palavras capazes de descrever o simples fato de sentar, e apreciar esta maravilha:

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Ficamos algumas horas curtindo o momento.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Vídeo do Salto do Yucumã:

Até que chegou o momento de partir e nos despedir do Grande Roncador.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Seguimos pela trilha até o estacionamento onde o veículo nos aguardava.

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Quando nos aproximamos para embarcar, um simpático senhor, o qual é responsável pela manutenção do parque, nos explicou mais a respeito do lugar e nos guiou por outra trilha.

Flor que encontramos ao percorrer a trilha:

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Vimos esta árvore com um buraco em seu tronco:

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Ficou curioso para saber o que tem ali dentro? Pois é, nós ficamos e fizemos uma foto ali dentro:

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Enfim, esta segunda trilha nos levou até o início do Salto do Yucumã, bem ali, onde estão aqueles mato no meio do rio:

Parque Estadual do Turvo - Salto do Yucumã - Derrubadas - RS

Por conta da cheia, esta parte está encoberta pelas águas, mas conforme nos explicou o senhor que até ali nos guiou, antes da construção da barragem, toda esta parte, coberta de água até os matos, era seca e podia-se, inclusive, atravessar o rio até a Argentina, contornando o Salto do Yucumã, com a água batendo na altura da cintura.

Assim que retornamos à cidade de Derrubadas – RS uma chuva veio nos recepcionar e nos acompanhou, aumentando gradativamente, até Palmitinho – RS, onde vamos pernoitar pela segunda noite consecutiva, no Hotel Silva Turis.

Bom, este dia foi especial para nós, pois hoje atingimos o segundo destino principal da expedição (o primeiro era o Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo) e pudemos presenciar uma maravilha da natureza.

Infelizmente existem projetos para a construção de mais uma represa hidrelétrica, esta, ficaria a pouco mais de 50 metros do Salto do Yucumã, e iria acabar de vez com esta obra prima natural. Muitos, assim como nós, são contra a construção desta barragem e a destruição, não apenas do Salto do Yucumã, mas de boa parte de área nativa preservada, mas, infelizmente habitamos um mundo onde a soberba e arrogância predominam a mente do maior predador de todos: o homem.